Consolda

Que planta pode alimentar de uma só vez um frango, uma cobaia ou um elefante? Que planta pode responder às necessidades alimentares de países em vias de desenvolvimento? Que planta trata contusões, lesões musculares, queimaduras e feridas? Que planta permite fabricar um dos melhores fertilizantes para agricultura biológica, um composto incomparável, macerações ou um chorume excelente? Que planta apresenta tantos princípios activos que assusta interesses económicos e provoca uma campanha de contra-informação internacional? a consolda (Symphytum officinale)!

É uma belíssima planta herbácea vivaz pertencente à família das borragináceas, que pode crescer até 1 metro de altura e um diâmetro equivalente, de forma muito rápida. Comum na Europa, excepto na região mediterrânica, surge no nosso país nalguns jardins e hortas, onde é cultivada de forma a tirar partido das suas inúmeras características: em consociação com outras plantas hortícolas, melhora a produção e a qualidade, por melhorar a disponibilidade de fósforo e potássio, além de poder proporcionar sombra, o que se revela óptimo por exemplo nos morangueiros.

Rica em cálcio, potássio, fósforo, ferro e magnésio, possui uma relação C/N semelhante ao composto curtido (9,8/1)!!!; O chorume fermentado obtido a partir das folhas fermentadas acelera a compostagem.

Prefere solos leves, húmidos e bem drenados, embora se adapte a qualquer tipo de solo desde que não encharcado, situação que pode levar ao apodrecimento e morte da planta. Desenvolve-se bem ao sol embora prefira situações de meia-sombra. Gosta de ser bem irrigada de Verão. Desenvolve-se muito rapidamente, produzindo uma enorme massa foliar.

Resistente ao frio, floresce entre Maio e Junho e as suas sementes ficam maduras entre Julho e Agosto. As flores são cor-de-rosa, em grande número, hermafroditas e polinizadas por abelhas.

Pode tornar-se invasiva pois possui um sistema radicular muito profundo e difícil de erradicar, mesmo pequenas porções de raiz no solo podem dar origem a novas plantas. Convém por isso escolher um local definitivo para a plantar, não se adaptando à permanência em vaso ou floreira por muito tempo, a não ser em contentores grandes e bem drenados.

A propagação pode fazer-se por sementeira no Outono ou Primavera ou por divisão durante toda a Primavera/Verão. O enraizamento de caules herbáceos também é possível nesta altura.

Pode ser atacada por doenças como a ferrugem e o míldio, que podemos combater removendo as folhas atacadas e podando sistematicamente a planta, de forma severa, já que reage rapidamente, produzindo novas folhas em abundância. Os caracóis também representam um problema, mas nalguns casos esta situação pode transformar-se em vantagem, já que a planta representa uma excelente “armadilha” para os apanhar em grande número.

A consolda foi usada ao longo da história enquanto planta medicinal, no tratamento de vários problemas. As partes mais utilizadas são a raiz e as folhas, sendo a raiz, a partir dos 2 anos de vida, mais activa. É especialmente utilizada no tratamento externo de cortes, contusões, entorses, eczemas, psoríase, fracturas de ossos, etc. A planta contém uma substância chamada alantoína, que acelera o processo de cicatrização de feridas e é reepitelizante, sendo muito utilizada para acelerar a formação de calo ósseo depois das fracturas.

Esta substância é já sintetizada pela indústria farmacêutica e utilizada numa enorme panóplia de fármacos e cosméticos. Contém também mucilagens que actuam como hidratantes e anti-inflamatórias. Não deve ser utilizada durante a gravidez ou aleitação nem aplicado externamente sobre feridas abertas.

Existem muitas espécies e variedades de consolda, uma das mais comuns é a Bocking 14, pela sua elevada disponibilidade em alantoína e potássio, embora seja menos interessante enquanto planta comestível.

Nos últimos anos é cada vez mais procurada para agricultura ou jardinagem biológica, onde deve ter um lugar de destaque, pois pode facilmente substituir a aplicação de fertilizantes de síntese, algo muito difícil de conseguir com qualquer outra planta.
.
Deixo aqui algumas receitas possíveis de realizar com esta planta:
.
Bioestimulante: para favorecer a germinação de sementeiras, maturação de algumas hortícolas e a activação do composto.
1 kg de folhas frescas para 10 litros de água. Deixar a macerar/fermentar durante alguns dias. Filtrar muito bem. Aplicar diluindo 10% (10 cl/1litro água) preparado em água em utilizações como adubo verde e regar; diluindo 5% (5 cl/1litro água) preparado em água em pulverização foliar.
.
Insecticida: contra a mosca branca e pulgões.
Fazer uma infusão durante 20 minutos com cerca de 8 folhas grandes, partidas aos bocados, num litro de água. Deixar repousar meio dia e pulverizar sem diluir.
.
Cicatrizante de feridas ou cortes de poda: permite a sua desinfecção.
Colocar várias folhas a fermentar num recipiente opaco, sem água. Com a ajuda de uma ferramenta, prensa-se todos os dias até se obter um sumo escuro e concentrado. Aplicado sobre as feridas ou cortes de poda permite desinfectá-las de forma surpreendente.
.
Controlo de caracóis e lesmas: permite a sua captura em massa.
As folhas são irresistíveis para caracóis e lesmas. Espalhadas pelos cultivos são verdadeiras armadilhas que permitem a sua captura em grande número.
.
Veterinária: pasta cicatrizante para animais domésticos.
As folhas e raízes esmagadas e depois aplicadas em cataplasmas nestas situações permitem acelerar a velocidade de cicatrização de cortes e feridas de forma surpreendente.
.
Compostagem: permite acelerar o processo.
Colocar várias folhas na pilha de compostagem contribui para aumentar a velocidade do processo e aumentar a qualidade do composto final, pela riqueza em nutrientes apresentada.
.
Comestível: folhas e rebentos frescos podem ser consumidos tal como o espinafre.
As folhas e os rebentos jovens frescos são comestíveis e ricos em vitamina B12, embora com precaução, pois em consumo excessivo pode tornar-se hepatotóxica.
.

Share this:

CONVERSATION

2 comentários:

CarlaCM disse...

Ola boa noite, referente a consolda nao me sabem dizer se é comercializado a pomada de consolda ca em portugal? era para tratamento de chagas e feridas e para além da planta queria intensificar com a pomada..
obrigado
carla moreira
chadia437@gmail.com

vitor matias disse...

pomada ELÁS